2021-03-16

«A Ciência do Sistema Imunitário», de Matt Richtel, uma cativante exploração da história da ciência que é a chave para a vida e a morte

«O livro essencial para compreender o nosso sistema imunitário durante a pandemia de COVID-19.» – Independent Bookstore Association

Partilhar:

O sistema imunitário humano é a chave para a saúde e para o bem-estar, para a vida e para a morte. É um dos sistemas orgânicos mais complexos e um dos alvos mais importantes da investigação clínica – cujos resultados sofrem alterações muito rápidas. A pandemia mundial da Covid-19 tornou-o tema de muitas conversas, mas a sua complexidade faz com que fiquemos sujeitos a pseudofactos e meias-verdades. No dia 25 de março, a Temas e Debates publica «o livro essencial para compreender o nosso sistema imunitário durante a pandemia de Covid-19» (Independent Bookstore Association). A Ciência do Sistema Imunitário, do jornalista do The New York Times galardoado com um Pulitzer Matt Richtel, leva o leitor numa viagem, magnificamente investigada e emotivamente narrada, pela história e ciência deste sistema que é a base da saúde e longevidade humanas.

 

Baseado na aclamada série de artigos sobre imunoterapia do The New York Times e em conversas que manteve com dezenas de cientistas de renome mundial, Matt Richtel apresenta uma narrativa original, que entrelaça com mestria a ciência e a história da imunologia com as vidas de quatro pacientes com diferentes disfunções imunológicas. Com entusiasmo e sensibilidade, Richtel desmistifica a ciência e a história de uma das áreas mais intrincadas e incompreendidas da biologia humana – e talvez o ramo mais crucial da pesquisa médica. De forma simples, acessível e inovadora os leitores ficam a compreender de que maneira o corpo comanda o combate a bactérias, vírus, parasitas e tumores, mas também porque é que o sistema que nos defende pode ser uma ameaça em certas condições.

 

«Richtel esbate de forma brilhante as fronteiras entre o manual de biologia, o texto clínico histórico e a narrativa tradicional do paciente na primeira pessoa. […] Um retrato comovente da condição humana.»Karen Iris Tucker, The Washington Post

Este site utiliza cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência de navegação. Ao navegar estará a consentir a sua utilização. Saiba mais sobre a nossa política de privacidade. Tomei conhecimento e não desejo visualizar esta informação novamente.

OK