2018-10-10

«Direitos Humanos – O que está por fazer no século XXI», de Teresa Pina, para uma nova visão no novo século

O novo livro de Teresa Pina propõe uma reflexão séria e atual sobre o passado, o presente e o futuro

Partilhar:
Em que estado se encontra hoje a lei internacional, depois da invasão do Iraque, da criação da prisão de Guantánamo e da crise humanitária nas águas do Mediterrâneo? E que dizer dos efeitos da crise económica mundial sobre os direitos humanos? Estaremos preparados para evitar que os mais vulneráveis voltem a ser os mais atingidos, e que a descriminação, a xenofobia, o populismo e o nacionalismo não se reafirmem como os novos valores, «normais» e legítimos, do século XXI?

Assinalando os 70 anos da Declaração Universal dos Direitos humanos (1948 – 2018), o novo livro de Teresa Pina propõe uma reflexão séria e atual sobre o passado, o presente e o futuro.

«Direitos Humanos – O que está por fazer no século XXI», que chegará às livrarias a 19 de outubro, propõe ainda que Portugal adote uma Agenda Nacional de Direitos Humanos para o novo século. Com prefácio de Luaty Beirão, ex-prisioneiro político da Amnistia Internacional, e introdução de Victor Nogueira, ex-presidente da Amnistia Internacional, «Direitos Humanos – O que está por fazer no século XXI» conta com uma análise à liberdade de expressão na era digital, aos direitos económicos e sociais e à crise económica mundial, à discriminação e aos refugiados e inclui, ainda, o esboço de uma agenda nacional de direitos humanos que reflete as conclusões a que conduziram as reflexões e investigação constante no livro.

Este site utiliza cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência de navegação. Ao navegar estará a consentir a sua utilização. Saiba mais sobre a nossa política de privacidade. Tomei conhecimento e não desejo visualizar esta informação novamente.

OK