2021-03-30

«Mulheres na História do Mundo»: uma narrativa revigorante e revisionista da história global

«As histórias contidas neste livro apresentam um cativante e invulgar elenco de personagens históricas – invulgar, porque se trata de mulheres e raparigas.»

Partilhar:

A História que aprendemos na escola transmite a ideia de um passado inteiramente masculino. Como se ir para a guerra, a criação artística, governar um país ou a investigação científica, por exemplo, fossem aptidões exclusivas do sexo masculino. Ao excluir as mulheres dos registos históricos, é fácil concluir que estas não tiveram um papel na evolução das sociedades. O livro que a Temas e Debates publica a 8 de abril, Mulheres na História do Mundo – de 1450 ao Presente, da reconhecida investigadora de História das Mulheres e do Género Bonnie G. Smith, procura repor o real lugar das mulheres na História, dando a conhecer o papel destas nos desenvolvimentos globais. «Seria preciso um estudo de vários volumes para captar a riqueza do passado das mulheres. Este livro é apenas uma pequeníssima amostra de tudo o que elas produziram e viveram ao longo dos últimos quinhentos anos.»

 

Desde escritoras chinesas aclamadas do século XVII a humildes camponesas iletradas da Índia que aprendiam sozinhas a ler e a escrever; de imperatrizes russas dos inícios da Idade Moderna a mulheres ameríndias chefes, Bonnie G. Smith apresenta um verdadeiro mosaico global dos feitos femininos de forma concisa, precisa e factual, não esquecendo nunca as contribuições das mulheres de sociedades não ocidentais para a formação do mundo moderno – o que torna esta obra um livro de história mundial verdadeiramente global. Além de referir a presença feminina nas áreas culturais, económicas e sociais, a autora também evidencia a forma como as mulheres intervieram em acontecimentos públicos, tais como a construção de nações, o imperialismo, a revolução e a guerra. Uma amostra do que as mulheres de todo o mundo produziram e viveram ao longo dos últimos quinhentos anos.

 

A historiografia mostra que não existe praticamente qualquer parte do mundo onde a presença feminina não se manifeste, seja sob a forma de arquivos, testemunhos orais, papéis pessoais, registos de doença e fome, mitos e ensinamentos religiosos e uma miríade de outros documentos. À medida que cresce o número destes estudos, a ideia de examinar o passado das mulheres a um nível global torna-se intimidante. Porém, com este livro, Bonnie G. Smith ousa contrariar essa situação e proporciona uma história mundial compacta das mulheres no período moderno.

Este site utiliza cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência de navegação. Ao navegar estará a consentir a sua utilização. Saiba mais sobre a nossa política de privacidade. Tomei conhecimento e não desejo visualizar esta informação novamente.

OK