2023-01-19

Thomas Piketty: «Este pequeno livro tem apenas uma ambição: mostrar que é possível debater, em termos concretos, a melhor forma de lutar contra as discriminações»

«Digamo-lo de imediato: nenhum país, nenhuma sociedade inventou o modelo perfeito que permite lutar contra o racismo e as discriminações», revela Thomas Piketty no seu mais recente livro Medir o Racismo, Vencer as Discriminações – um ensaio consagrado aos meios que permitem combater as desigualdades mediante uma política social e económica baseada no universalismo.

Partilhar:

Partindo de dados comparativos de estudos recentes, o reconhecido autor, professor catedrático e codiretor do World Inequality Lab traça um breve retrato de uma sociedade onde imperam as diferenças no acesso ao ensino, ao emprego e à segurança, ao respeito ou à dignidade, e apela à criação de um modelo transnacional de meios e políticas socioeconómicas para quantificar e comparar as diferentes formas de discriminação.

 

«O racismo é um facto social que se alimenta da injustiça económica e das perceções dessa injustiça […]. Sem uma abordagem global em termos de justiça socioeconómica, baseada na compressão geral das diferenças de riqueza e de estatuto, não pode existir uma justiça racial verdadeira.»

 

Num tom acessível e esclarecedor, Piketty sublinha a importância de um debate amplo e profundo sobre o tema, e propõe soluções concretas para medir e corrigir as discriminações sem cristalizar as identidades, demonstrando que, afinal, há luz ao fundo do túnel. Por uma sociedade mais justa, «apressemo-nos», pois, como refere o autor, a «preparar o mundo seguinte».

 

Nas livrarias portuguesas a 2 de fevereiro.

Este site utiliza cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência de navegação. Ao navegar estará a consentir a sua utilização. Saiba mais sobre a nossa política de privacidade. Tomei conhecimento e não desejo visualizar esta informação novamente.

OK