A Vida Extraordinária do Português que Conquistou a Patagónia

ISBN: 9789727598106
Edição/reimpressão: 07-2020
Editor: Temas e Debates
Código: 000281000749
ver detalhes do produto
17,70€ I
14,16€ I
-20%
24H
PORTES
GRÁTIS
EM
STOCK
COMPRAR
-20%
PORTES
GRÁTIS
EM
STOCK
17,70€ I
14,16€ I
COMPRAR
I 20% DE DESCONTO IMEDIATO
I Em stock - Envio 24H
I PORTES GRÁTIS

SINOPSE

José Nogueira teria doze ou treze anos quando trocou as margens do Douro por um convés de navio. Como milhares de outros portugueses atirou-se ao Atlântico para fugir à miséria daqueles meados do século XIX que ainda havia de sangrar muitas outras gerações.

Fez-se marinheiro nos oceanos, homem nas ruas do Rio de Janeiro, caçador de lobos-marinhos no Pacífico Sul. Teria dezanove ou vinte anos quando decidiu lançar amarras numa terra gelada e varrida por ventos do diabo, sem serventia que se visse. Essa terra era Punta Arenas, para lá do paralelo 53 Sul, na margem norte do estreito que já levava o nome de outro português, o de Magalhães. Foi nesta desolada terra de aventureiros, desterrados, índios, caçadores, deserdados e imigrantes, um território de fronteira que já somava tragédias, que «o Português» construiu casa e fortuna e se tornou «Don José». Esta não é uma história baseada em factos reais. Esta é a história da vida de José Nogueira, marinheiro e terratenente. E é quase toda verdadeira.

«Depois de Fernão de Magalhães e da dúzia de compatriotas que levou com ele na pequena frota de cinco naus que desceu o Guadalquivir para dar a volta ao mundo, outros navegantes portugueses chegariam ao estreito […]. Séculos mais tarde chegariam outros. Um deles, o primeiro a assentar arraiais no estreito seria um marinheiro, também ele com oito anos de vida nómada num convés de navio. Não era nenhum Magalhães, nem nenhum Gama, Dias ou Cabral […]. Mas vá-se lá saber o que molda as escolhas de um homem. Ele era um simples marinheiro, nem melhor nem pior do que qualquer outro, e talvez tivesse apenas chegado o momento de procurar um rumo com menos balanço e sob o seu próprio comando.»
 Do Prólogo
Ver Mais

DETALHES DO PRODUTO

A Vida Extraordinária do Português que Conquistou a Patagónia
ISBN: 9789727598106
Edição/reimpressão: 07-2020
Editor: Temas e Debates
Código: 000281000749
Idioma: Português
Dimensões: 150 x 233 x 20 mm
Encadernação: Capa mole
Páginas: 280
Tipo de Produto: Livro
Mónica Bello nasceu em Lisboa, em dezembro de 1957. Iniciou-se no jornalismo em 1988, n’O Independente, onde editou o «Caderno 3» e aonde regressou, anos mais tarde, como diretora adjunta. Desempenhou cargos de edição executiva na revista Volta ao Mundo, no jornal Diário Económico e no site de informação Dinheiro Vivo. Integrou a equipa fundadora do jornal i como subdiretora e foi diretora-adjunta da revista Grande Reportagem e do Diário de Notícias. Ganhou o Prémio de Jornalismo Fernando Pessoa/Mapfre com a reportagem «Nunca Mais» sobre a Alemanha, publicada na revista Grande Reportagem, assinalando os 50 anos do final da Segunda Guerra Mundial. Em 2006 publicou A Costa dos Tesouros (Círculo de Leitores e Temas e Debates, edição atualizada em 2012), sobre navios afundados na costa portuguesa, a arqueologia e o património cultural subaquático. Em 2012 publicou, em coautoria com Rita Bebiano, dois livros de receitas para crianças: 10 Salgados que nós sabemos fazer (quase) sozinhos e 10 Doces que nós sabemos fazer (quase) sozinhos (Arte Plural Edições). Foi durante uma viagem de trabalho ao Sul da América do Sul que encontrou «o português que conquistou a Patagónia».
Ver Mais

Este site utiliza cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência de navegação. Ao navegar estará a consentir a sua utilização. Saiba mais sobre a nossa política de privacidade. Tomei conhecimento e não desejo visualizar esta informação novamente.

OK