Tribunais Políticos

Tribunais Políticos

ISBN:9789896440541
Edição/reimpressão:03-2009
Editor:Temas e Debates
Código:000281000011
ver detalhes do produto
5,00€I
-10%
PORTES
GRÁTIS
COMPRAR
-10%
PORTES
GRÁTIS
5,00€I
COMPRAR
I10% DE DESCONTO EM CARTÃO
IEsgotado ou não disponível.
IPORTES GRÁTIS

SINOPSE

Entre 1926 e 1974, existiram e funcionaram ininterruptamente tribunais criados para julgar o que a Ditadura Militar e o Estado Novo consideraram «crimes políticos e sociais» ou «crimes contra a segurança do Estado». Esta obra explica-nos a acção destes tribunais que puniam as actividades políticas, sindicais, militares, culturais, associativas, reivindicativas, de opinião ou outras que as autoridades em geral e a polícia política em especial consideravam atentatórias da ordem estabelecida.

Inclui anexos com as listas de juízes, advogados, presos políticos processados pelo Tribunal Militar Especial e presos julgados nos tribunais plenários.
Ver Mais

DETALHES DO PRODUTO

Tribunais Políticos
ISBN:9789896440541
Edição/reimpressão:03-2009
Editor:Temas e Debates
Código:000281000011
Idioma:Português
Dimensões:168 x 247 x 53 mm
Encadernação:Capa mole
Páginas:672
Tipo de Produto:Livro

sobre os autores

Fernando Rosas nasceu em Lisboa em 1946. É professor catedrático jubilado no Departamento de História da Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa e foi presidente do Instituto de História Contemporânea da mesma faculdade. Desenvolve o seu percurso académico sobretudo em torno da História Contemporânea e da História de Portugal no século XX. Foi membro do conselho de redação da revista Penélope — fazer e desfazer a História, e diretor da revista História. Entre as obras que publicou contam -se: História a História – África, Salazar e o Poder — A arte de saber durar (Prémio PEN Ensaio 2012); Lisboa Revolucionária; História da Primeira República Portuguesa (com Maria Fernanda Rollo); coordenação de Portugal e o Estado Novo (1930 -1960), vol. XII; Nova História de Portugal (dir. Joel Serrão e A.H. de Oliveira Marques); Estado Novo (1926 -1974), vol. VII; História de Portugal (dir. José Mattoso); Portugal Século XX: 1890 -1976: Pensamento e Acção Política. Tem livros e artigos publicados em Espanha, França, Alemanha, Inglaterra, Estados Unidos da América e Brasil. Em 2006, foi condecorado pelo presidente da República com a Ordem da Liberdade.
Ver Mais
Irene Flunser Pimentel é doutorada em História Institucional e Política Contemporânea, pela Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa. Elaborou diversos estudos sobre o Estado Novo, o período da Segunda Guerra Mundial, a situação das mulheres e a polícia política durante a ditadura de Salazar e Caetano. É investigadora do Instituto de História Contemporânea (FCSH da UNL) e tem uma vasta obra editada no campo da História Contemporânea. Em 2007, recebeu o Prémio Pessoa, atribuído pelo Expresso e pela Unysis.
Ver Mais
João Madeira nasceu em Lisboa em 1955. Doutorado em História Institucional e Política Contemporânea pela Universidade Nova de Lisboa. Investigador do Instituto de História Contemporânea da Faculdade de Ciências Sociais e Humanas. Autor de Os Engenheiros de Almas. O Partido Comunista e os Intelectuais, Estampa, 1996; de Vítimas de Salazar (coordenação), Esfera dos Livros, 2007; Tribunais Políticos (em coautoria), Temas e Debates, 2009. Tem apresentado comunicações a colóquios, conferências e encontros no país e no estrangeiro; comissariado exposições e sido consultor em documentários para televisão. O Partido Comunista, as oposições ao Estado Novo e a violência política têm constituído temas de investigação a que se dedica.
Ver Mais
Maria Inácia Rezola é doutorada em História Institucional e Política Contemporânea pela FCSH-UNL e investigadora do Instituto de História Contemporânea da mesma universidade, onde coordena a linha de investigação «Revolução e Democracia». Lecciona na Escola Superior de Comunicação Social do Instituto Politécnico de Lisboa (ESCS-IPL). Das suas publicações destacam-se O Sindicalismo Católico no Estado Novo (Editorial Estampa, 1999); Os Militares na Revolução de Abril (Campo da Comunicação, 2006); 25 de Abril: Mitos de Uma Revolução (Esfera dos Livros, 2007) e Melo Antunes – Uma Biografia Política (Âncora, 2012). Coordenou, com Irene Pimentel, Democracia e Ditadura (Tinta-da-china, 2014).
Ver Mais

Este site utiliza cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência de navegação. Ao navegar estará a consentir a sua utilização. Saiba mais sobre a nossa política de privacidade. Tomei conhecimento e não desejo visualizar esta informação novamente.

OK