Bom-dia, Senhor Mandela

Bom-dia, Senhor Mandela

Formatos disponiveis
19,90€
-50%
24H
PORTES
GRÁTIS
EM
STOCK
COMPRAR
-50%
PORTES
GRÁTIS
EM
STOCK
19,90€
COMPRAR
I50% DE DESCONTO EM CARTÃO
IEm stock - Envio 24H
IPORTES GRÁTIS

SINOPSE

Zelda la Grange cresceu na África do Sul enquanto jovem africânder que apoiava as leis da segregação. No entanto, poucos anos após o fim do apartheid, tornar-se-ia para Nelson Mandela uma assistente de máxima confiança, passando a respeitar e acarinhar o homem que lhe haviam ensinado ser o inimigo.
Bom-Dia, Sr. Mandela relata a história extraordinária de como uma jovem viu a sua vida, convicções, preconceitos e tudo aquilo em que acreditara serem completamente modificados pelo maior homem do seu tempo. Eis o percurso incrível de uma dactilógrafa, na casa dos 20 anos, que viria a ser escolhida para se tornar a funcionária leal e dedicada do Presidente, passando a maior parte da sua vida profissional de adulta ao lado do homem a quem viria a chamar «Khulu», ou «avô», acompanhando-o, prestando-lhe apoio e preocupando-se com ele.
Neste livro, Zelda presta homenagem a Nelson Mandela tal como o conheceu - um mestre que lhe proporcionou as lições mais valiosas da sua vida. Um homem que se recusou a ver-se definido pelo seu passado, que perdoava a todos e os respeitava, mas que também era franco, trocista e direto. Ao reconstruir o seu país, ele libertou-a igualmente de um mundo confinado pelo medo e desconfiança, dando à vida dela verdadeiro sentido. Agora, Zelda partilha com o mundo as dádivas duradouras e estimulantes de Nelson Mandela.
Ver Mais

CRÍTICAS DE IMPRENSA

«A escolha pelo Presidente Nelson Mandela da jovem dactilógrafa africânder Zelda la Grange para sua assistente de máxima confiança personificou o seu empenho quanto à reconciliação na África do Sul. Ela retribuiu tal confiança com lealdade e integridade. Merece-me a maior consideração.»
Arcebispo emérito Desmond Tutu

«Em Bom-Dia, Sr. Mandela, Zelda la Grange relata a sua extraordinária vida como braço-direito do homem que ambos conhecemos e estimámos. Constitui uma homenagem tanto a ele como a ela – à visão de Madiba para detetar talento e à sua capacidade de confiar, e à coragem de Zelda de participar num grande desafio e à sua capacidade de progredir. Esta história comprova o poder do exercício pessoal da política e é um registo importante das lições que Madiba ensinou a todos nós.»
Presidente Bill Clinton

«Zelda la Grange dispõe de uma excecional perspetiva de Nelson Mandela por ter sido durante muito tempo sua assistente pessoal, confidente e amiga íntima. Ela é uma grande amiga nossa e uma referência fundamental para quem, como nós, estimava Madiba. A sua história do percurso que fizeram juntos comprova como um homem que modificou toda uma nação foi também capaz de modificar a vida de uma mulher extraordinária.»
Morgan Freeman, ator, e Lori McCreary, produtora do filme Invictus

«A liderança é a mais rara das valias neste mundo [...], a aptidão de levar os melhores e mais brilhantes a dedicarem-se à causa pública. Nelson Mandela conseguiu-o a nível governamental com o seu Gabinete oficial, mas conseguiu-o igualmente com o seu “gabinete de copa” formado por conselheiros de confiança. A visão de Zelda do extraordinário impacto de Mandela é incomparavelmente pessoal. De igual modo, a liderança dela tem um elevadíssimo nível... de serviço.»
Bono, vocalista dos U2 e cofundador da instituição ONE

DETALHES DO PRODUTO

Bom-dia, Senhor Mandela
ISBN:9789896443160
Edição/reimpressão:10-2014
Editor:Temas e Debates
Código:000281000440
Idioma:Português
Dimensões:149 x 233 x 29 mm
Encadernação:Capa mole
Páginas:436
Tipo de Produto:Livro
Classificação Temática: Livros em Português > Literatura > Memórias e Testemunhos
Zelda la Grange nasceu em 1970 e cresceu na África do Sul do apartheid. Em 1994 ingressou, como dactilógrafa principal, no gabinete do primeiro Presidente da África do Sul eleito democraticamente. Tornou-se em 1997 uma das três secretárias particulares do Presidente Mandela, o qual lhe solicitou, ao cessar funções, que continuasse a secretariá-lo. Em 2002 abandonou a administração pública, passando a funcionária efetiva da Fundação Nelson Mandela. Durante 19 anos prestou serviço a Nelson Mandela em diferentes funções, desde dactilógrafa e secretária particular adjunta a secretária particular, chefe de gabinete, porta-voz e assessora. Era a sua assistente particular quando ele faleceu, em dezembro de 2013.
Ver Mais

Este site utiliza cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência de navegação. Ao navegar estará a consentir a sua utilização. Saiba mais sobre a nossa política de privacidade. Tomei conhecimento e não desejo visualizar esta informação novamente.

OK