Maquiavel e Herdeiros

Maquiavel e Herdeiros

Formatos disponíveis
5,00€ I
-10%
PORTES
GRÁTIS
COMPRAR
-10%
PORTES
GRÁTIS
5,00€ I
COMPRAR
I 10% DE DESCONTO EM CARTÃO
I Envio até 4 dias
I PORTES GRÁTIS

SINOPSE

O nome de Maquiavel anda intimamente associado, na linguagem comum e em boa parte da bibliografia especializada, ao início da modernidade, essa nova aetas em que o realismo e a «razão de Estado», pela primeira vez, teriam irrompido na história.

A perspetiva a partir da qual o presente volume sugere a persistência de uma herança de Maquiavel, perpetuada até aos nossos dias, pouco ou nada tem a ver com essa tradição. […] Maquiavel não é Bodin, nem Hobbes. Se, por conseguinte, de herdeiros de Maquiavel se pode falar com alguma pertinência, não é porque ele haja antecipado as teorias do Estado, muito menos as do Estado-nação […]; é, sim, porque a fratura por ele produzida na história do pensamento político é, de algum modo, insanável e se faz irremediavelmente sentir, mesmo em formulações da política as mais avessas ao maquiavelismo. […] O essencial da sua «herança» reside aí, podendo ver-se tanto na argumentação barroca em que Richelieu vai sustentar o Estado, como na sofisticação revolucionária com que Lenine o reinventa, não obstante acreditar na sua extinção iminente.
Ver Mais

DETALHES DO PRODUTO

Maquiavel e Herdeiros
ISBN: 9789896442057
Edição/reimpressão: 11-2012
Editor: Temas e Debates
Código: 000281000331
Idioma: Português
Dimensões: 150 x 233 x 23 mm
Encadernação: Capa mole
Páginas: 368
Tipo de Produto: Livro
Diogo Pires Aurélio é professor na Universidade Nova de Lisboa (Faculdade de Ciências Sociais e Humanas) e autor e editor de várias obras publicadas em Portugal, Reino Unido e Brasil, a última das quais, Maquiavel & Herdeiros, saiu em 2012, na Temas e Debates e no Círculo de Leitores. Nestas mesmas editoras, organizou e dirigiu a coleção «Clássicos da Política». De Espinosa, traduziu o Tratado Teológico-Político e o Tratado Político, ambos com diversas edições ou reimpressões em Portugal e no Brasil, tendo o último sido galardoado com o Prémio de Tradução Científica e Técnica em Língua Portuguesa em 2009, atribuído pela União Latina e pela Fundação para a Ciência e Tecnologia. Traduziu, igualmente, O Príncipe, de Maquiavel, obra com a qual obteve uma Menção Honrosa do mesmo prémio, no mesmo ano.
Ver Mais

Este site utiliza cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência de navegação. Ao navegar estará a consentir a sua utilização. Saiba mais sobre a nossa política de privacidade. Tomei conhecimento e não desejo visualizar esta informação novamente.

OK