D. Carlos

D. Carlos

avaliação dos leitores (1 comentários)
(1 comentários)
ISBN: 9789727599554
Edição/reimpressão: 01-2008
Editor: Temas e Debates
Código: 028100000156
ver detalhes do produto
15,00€ I
-10%
PORTES
GRÁTIS
COMPRAR
-10%
PORTES
GRÁTIS
15,00€ I
COMPRAR
I 10% DE DESCONTO EM CARTÃO
I Esgotado ou não disponível
I PORTES GRÁTIS

SINOPSE

D. Carlos I (1863-1908) foi o primeiro rei de Portugal a morrer de morte violenta depois de D. Sebastião, em 1578. Tinha 26 anos quando foi aclamado rei, a 19 de Outubro de 1889, e apenas 44 quando morreu, a 1 de Fevereiro de 1908.
Era um homem independente, sensato e corajoso, capaz de suportar grandes pressões e de tomar decisões arriscadas quando se impunham. Morreu por causa das suas qualidades, não por causa dos seus defeitos.
Ver Mais

CRÍTICAS DE IMPRENSA

«A melhor maneira de celebrar [a data do regicídio] é tentar compreender quem foi, de facto, esse monarca reformista. Isso pode (e deve) ser feito lendo a biografia que Rui Ramos escreveu, uma biografia que, e passo a citar Vasco Pulido Valente,"não é só uma biografia, é a história de uma época ou, mais precisamente, da decadência e queda do regime monárquico. Há muito tempo que não se escrevia nada de comparável. Céptico, penetrante, minucioso, D. Carlos diz mais sobre o país pobre a patético que somos do que toda a 'análise política' por aí à venda." Nem mais. [...] As 512 páginas de texto incluem vários anexos, uma cronologia detalhada, genealogias dos reis de Portugal (a da IV Dinastia inclui as ramificações até à actualidade), fontes, bibliografia e um utilíssimo índice remissivo. Também há portfolio fotográfico. O indispensável ponto de partida para um debate sério.»
Eduardo Pitta, daliteratura.blogspot.com

«De todos os títulos, aquele que ficará como obra de referência historiográfica sobre o monarca e o seu tempo será, provavelmente, a biografia do historiador Rui Ramos, [...] profundo conhecedor da época da monarquia constitucional. [...] Rui Ramos tem ainda a virtude de escrever bem. As páginas deste seu D. Carlos lêem-se com prazer.»
Luís Miguel Queirós, Público

COMENTÁRIOS DOS LEITORES

Excelente!
Goncalo Cabral | 2016-03-09
Livro bem escrito, baseado numa investigação exaustiva e escrupulosa. Um exemplo a seguir pelos historiadores portugueses contemporâneos. A obra só peca por perder, talvez, demasiado tempo a tentar explicar, sem completo sucesso, as questões e relações partidárias durante o reinado de D. Carlos. Apenas por isto não lhe dou a nota máxima.

DETALHES DO PRODUTO

D. Carlos
ISBN: 9789727599554
Edição/reimpressão: 01-2008
Editor: Temas e Debates
Código: 028100000156
Idioma: Português
Dimensões: 169 x 247 x 42 mm
Páginas: 512
Tipo de Produto: Livro
Classificação Temática: Livros > Livros em Português > História > História de Portugal

sobre Rui Ramos

Rui Ramos é licenciado em História pela Universidade Nova de Lisboa e doutor em Ciência Política pela Universidade de Oxford. Atualmente é investigador principal do quadro do Instituto de Ciências Sociais da Universidade de Lisboa. A par da carreira de investigação, tem ensinado na Universidade Católica Portuguesa, Universidade Nova de Lisboa, Universidade de Évora e Wadham College da Universidade de Oxford. É autor de dezenas de artigos, publicados em revistas científicas portuguesas e estrangeiras, sobre temas como a história da alfabetização em Portugal, os intelectuais portugueses no século XIX, a cultura política do liberalismo, o imaginário do colonialismo português contemporâneo ou a instituição da cidadania em Portugal. Foi um dos fundadores e membro do conselho de redação da revista Penélope. Revista de História e Ciências Sociais, entre 1988 e 2006. Entre outros livros, publicou A Segunda Fundação (1890-1926), volume VI da História de Portugal, dirigida por José Mattoso (1994; 2.ª edição em 2001), e João Franco e o Fracasso do Reformismo Liberal, 1884-1908 (2001). Foi um dos coordenadores do Dicionário Biográfico Parlamentar. A Monarquia Constitucional, 1834-1910 (2004-2005). Em outubro de 2002, a Academia Europaea outorgou-lhe a distinção de Burgen Scholar em reconhecimento pela excelência da sua obra académica. Em 2009 recebeu o Prémio D. Dinis, conjuntamente com Bernardo de Vasconcelos e Sousa e Nuno Gonçalo Monteiro, pela obra História de Portugal. A 7 de junho de 2013 foi feito Grande-Oficial da Ordem do Infante D. Henrique.
Ver Mais

DO MESMO AUTOR

Este site utiliza cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência de navegação. Ao navegar estará a consentir a sua utilização. Saiba mais sobre a nossa política de privacidade. Tomei conhecimento e não desejo visualizar esta informação novamente.

OK