2022-07-05

Depois de Silêncio, Susan Cain regressa com uma obra magistral sobre a importância da melancolia

«Agridoce», escrito por uma das 10 mulheres mais influentes do mundo, é a cura necessária para a atual positividade tóxica.

Partilhar:

Do ponto de vista literário, Agridoce é um livro poético e delicado, ao mesmo tempo inteligentemente radicado na evolução científica associada à psicologia e à biologia. Escrito por uma mulher – Susan Cain – considerada no Top 10 das personalidades mais influenciadoras do mundo.

 

A autora do fenomenal bestseller Silêncio vem agora revelar o poder da nossa experiência de vida, a que Susan Cain chama «agridoce», um olhar melancólico, a que a cultura atual não tem sido favorável, mas que deve ser considerado de enorme importância para o tempo tumultuoso que atravessamos. Agridoce, publicado em Portugal pela Temas e Debates, chega às livrarias de todo o país no próximo dia 7 de julho.

 

Susan Cain convida o leitor a repensar as suas experiências mais humanas com uma clareza ímpar, num livro destinado a todos aqueles que vivem emoções que a cultura da positividade tenta evitar. Agridoce renovará a forma como a sociedade olha para o pesar, a nostalgia e a saudade. Depois de dar voz aos introvertidos com Silêncio, a autora revela o poder de uma visão melancólica e agridoce sobre a vida, e o porquê de a nossa cultura ser tão cega ao valor destes sentimentos.

 

Depois de uma visita a Lisboa, onde Susan Cain teve oportunidade de compreender o fado e a palavra saudade, a autora emprega neste livro a investigação que tem realizado. Misturando ciência com histórias que vai contando para iluminar os seus pontos de vista e as suas experiências, dá-nos surpreendentes lições sobre criatividade, compaixão, liderança, espiritualidade, mortalidade e amor. Respeitando as heranças artísticas e tradições espirituais, Agridoce é uma nova maneira de estar que vem ensinar-nos os seus novos atributos e poderes.

 

«Este livro agarra-nos pelo coração e não nos larga. Desde que o li que não parei de pensar na profundidade e na beleza da investigação e das histórias de Susan Cain. Estou-lhe grata porque me ajuda a conhecer-me e a compreender as formas como interajo com o mundo.» Brené Brown

 

 

Este site utiliza cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência de navegação. Ao navegar estará a consentir a sua utilização. Saiba mais sobre a nossa política de privacidade. Tomei conhecimento e não desejo visualizar esta informação novamente.

OK